4 doenças psicológicas mais comuns na terceira idade

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

doenças psicológicas mais comuns

Na terceira idade, o surgimento de algumas enfermidades se torna mais recorrente. Muitas vezes, a principal causa é o processo de envelhecimento biológico que atinge todas as pessoas. É por isso que existem algumas doenças psicológicas mais comuns entre os idosos.

Segundo relatório divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), uma em cada 10 pessoas no mundo sofrem de algum distúrbio mental, isto é, cerca de 700 milhões de pessoas sofrem com a perda de uma parte da reserva funcional cerebral, o que as torna mais vulneráveis para lidar com as emoções e situações diárias.

Em pacientes idosos, as doenças psicológicas mais comuns podem também estar relacionadas a experiências de vida traumáticas e fatores genéticos e pessoais, como estresse, problemas na família, perda de ente querido, entre outros.

A seguir, listamos as 4 doenças psicológicas mais comuns na terceira idade. Confira!

1. Esquizofrenia

A esquizofrenia é uma doença cerebral crônica que atinge cerca de 1% da população em todo o mundo. Na terceira idade, o problema também é bastante recorrente, afetando diversas áreas do funcionamento psíquico do paciente, causando delírios, alucinações e dificuldades para se concentrar e manter-se motivado.

A esquizofrenia é uma das doenças psicológicas mais comuns entre os idosos e que não tem cura. Um acompanhamento com médicos especialistas é fundamental para que o idoso consiga controlar a doença e ter uma vida mais tranquila.

2. Depressão

A depressão é uma doença caracterizada pelos sentimentos de tristeza, desânimo, desinteresse e falta de motivação que, quando em excesso, interferem diretamente na saúde e bem-estar do paciente.

doenças psicológicas mais comuns

Essa também é uma das doenças psicológicas mais comuns na terceira idade, principalmente quando o paciente passa por mudanças intensas em sua rotina. Muitos, após a aposentadoria, encontram dificuldades para manter uma vida ativa, já que o trabalho formal deixou de fazer parte da sua rotina.

A falta de atividades e a solidão podem intensificar os quadros de depressão, sendo muito importante a procura por uma ajuda médica especializada.

3. Alzheimer é uma das doenças psicológicas mais comuns na terceira idade

Antes dos especialistas identificarem o alzheimer, era comum os pacientes com a doença serem diagnosticados com “caduquice” causada pela velhice. Atualmente, o alzheimer atinge 1,2 milhão de brasileiros e também não tem cura. A doença se apresenta como demência ou perda de funções cognitivas, como memória, orientação, atenção e linguagem, sintomas causados pela morte de células cerebrais.

Se o idoso tiver um diagnóstico logo no início da doença, é possível retardar o avanço do alzheimer e controlar os sintomas que tanto mexem com os pacientes e seus familiares.

4. Bipolaridade

Esse transtorno mental comum nos pacientes idosos causa mudanças constantes no humor, nos níveis de atividade e na capacidade de realizar as tarefas diárias. Durante um curto espaço de tempo, a pessoa pode passar por um episódio de euforia e, na sequência, sofrer com os impactos da depressão. Entre esses dois estágios extremos, é comum haver intervalos de normalidade.

Estima-se que 8% dos casos de bipolaridade podem começar após os 65 anos de idade, o que aumenta em até duas vezes as chances de pacientes idosos com a doença apresentarem, também, outros problemas psicológicos na terceira idade.

No artigo de hoje, reunimos as 4 doenças psicológicas mais comuns entre pessoas idosas. Também enfatizamos a importância de um acompanhamento médico regular para que esses problemas possam ser prevenidos ou mesmo tratados a tempo, garantindo que o paciente aproveite com saúde a sua melhor idade.

Para continuar por dentro dos assuntos relacionados a saúde e bem-estar na terceira idade, não deixe de acompanhar as próximas postagens do nosso blog.

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×