Terceira idade: Atenção com os reajustes do seu plano de saúde

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

reajustes do seu plano de saúde

Ao contratar um plano de saúde, não basta olhar para o valor que será cobrado de mensalidade. Também é preciso pensar nos aumentos que virão com o tempo, já que isso pode inviabilizar a manutenção.

Na terceira idade, é ainda mais importante ter atenção com os reajustes do seu plano de saúde. Desse modo, dá para evitar ficar desprotegido ou que o seu orçamento saia prejudicado.

Pensando nisso, veja quais cuidados tomar e descubra como controlar melhor essa flutuação de valores.

Entenda quais são os possíveis reajustes do seu plano de saúde

Quando um convênio médico faz um aumento de custo, isso acontece por três motivos principais. O anual é realizado periodicamente e pode ou não ter respaldo da ANS. Os familiares têm que ser aprovados pela agência, enquanto os dos coletivos são livres.

Além disso, há o reajuste por faixa de idade. Ele é aplicado conforme há a progressão e, na terceira idade, atinge seu máximo valor. Porém, após os 59 anos, já não é permitido o encarecimento sob esse critério.

A outra possibilidade tem a ver com a sinistralidade. Algumas operadoras entendem que, quanto maior é o uso, maiores são os gastos. Assim, podem se basear em uma possível ultrapassagem dos limites para aumentar o que é cobrado.

Prepare uma fatia do orçamento para o aumento do valor

Mesmo com todas as regulamentações, o reajuste é inevitável. De qualquer forma, ao menos o anual acontecerá, então é relevante deixar uma parte do orçamento já preparada para quando isso se concretizar.

Para ter maior tranquilidade, veja quais são as condições previstas em contrato e analise o histórico de variação dos últimos anos. Isso dará uma ideia sobre qual será o novo preço cobrado, permitindo que você se prepare adequadamente.

reajustes do seu plano de saúde

Fique atento a reajustes abusivos

Porém, nem todo aumento é permitido. Algumas operadoras cobram um total exorbitante, de forma unilateral e abusiva. Por isso, esteja sempre de olho em quais são os reajustes do seu plano de saúde.

Nos familiares, a porcentagem deve ser o que foi limitado pela ANS. Mesmo os coletivos, que não são regulamentados, não podem estabelecer um valor exorbitante ou injustificado. Como a cobrança abusiva é crime contra o consumidor, é importante procurar os seus direitos.

Para não terminar pagando um total incorreto, fique sempre atento à variação de valores e se tudo segue a lei.

Busque possibilidades mais vantajosas

Mesmo com todos esses cuidados, pode acontecer de você ficar pagando muito além do que gostaria. Para que isso não ocorra, o ideal é procurar planos mais vantajosos.

Um sênior com condições facilitadas, por exemplo, permite pagar um preço justo, sem abusos. Além de tudo, é possível fazer a portabilidade sem carência, desde que sejam observadas as regras necessárias.

Com isso, você conseguirá cuidar da saúde, manter-se ativo e ter uma qualidade de vida bem melhor — sem pagar demais.

Os reajustes do seu plano de saúde podem ser surpreendentes e até abusivos. Para evitar problemas, mantenha a atenção e, se for vantajoso, troque de convênio para ter as melhores condições.

Se tiver alguma outra dúvida sobre essa questão, conte nos comentários e participe!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×